sexta-feira, 30 de maio de 2008

Ídolos sempre serão ídolos. Mesmo errando pênalti.


Mesmo sendo o “grande responsável” pela eliminação do Vasco, na Copa do Brasil, Edmundo sempre será uma inspiração para o torcedor vascaíno. Um dos maiores jogadores que vestiram a camisa cruzmaltina em toda a história. Ficando apenas atrás de Dinamite, Vavá, Bellini e Barbosa. Então, será que o vascaíno trocaria todo esse amor que ele tem pelo o clube, por uma cobrança de pênalti? É claro que não.

De cabeça fria, Edmundo parece ter mudado de idéia em relação a sua aposentadoria e, pelo que tudo indica, deve continuar no futebol. Decisão que deve ser apoida por mais de 90% dos torcedores do Vasco. Talvez convencido pela imposição de Eurico Mirando, o Animal já está à disposição de Antonio Lopes para a partida contra o Grêmio.

Edmundo toma decisão certa. Está claro que o Vasco não irá brigar pelo título nacional ou coisa parecida. E que Edmundo não terá o brilho dos anos passados, mas seria muito triste ver um ídolo,do porte do Animal, acabar sua carreira desta maneira. Errando um pênalti decisivo. Seus últimos jogos devem ser motivos de orgulho. Com lembranças de gols e estádios cheios. É isso que ele merece pelos seus serviços prestados ao Vasco. Sorrisos, e não desgostos.

Foto: Lance.net

Um comentário:

gerson disse...

Tudo bem, é ídolo, mas todo mundo sabe que ele não pode bater pênalti nessa hora. Pq deixam ele bater então? Isso só queima o cara.

O Limpo no Lance está fazendo um ano e com cara nova. Acesse e veja como ajudar o blog a ter uma história no livro do centenário do Inter.
Conto com tua visita